Molas de Matriz (Estampo)

As molas de matriz (estampo) são fabricadas usando arame de seção transversal projetada para proporcionar um equilíbrio ideal entre as características de condução de carga e a vida útil. São produzidas sob processos cuidadosamente controlados, com equipamentos especiais elaborados pelo nosso departamento de pesquisa e desenvolvimento. Todas as etapas de fabricação são acompanhadas de perto por rígidos controles de qualidade, inspeções e testes para garantir que a vida útil seja um fator importante e constante na fabricação de cada mola de matriz (estampo).

Seleção de Molas de Matriz (Estampo)

Uma regra geral para a seleção de molas é sempre usar o número máximo de molas comportadas pela matriz (estampo) e que produza a carga exigida com o mínimo de deflexão. Isto aumentará a vida útil da mola, reduzirá a possibilidade de falha da mola e dos resultantes tempos de parada, perdas na produção e aumentos nas despesas de manutenção. As despesas das molas de matriz (estampo) constituem uma porcentagem muito pequena do custo total da matriz (estampo). Uma pequena economia nas molas de matriz (estampo) pode ser um ato mal-orientado que pode resultar em grande gastos de tempo perdido e mão-de-obra. Quanto mais rápido o funcionamento de uma mola, mais atenção deve ser prestada aos seus limites de fadiga. Para matrizes ou dispositivos de acionamento lento, é possível obter um bom desempenho com molas que operam próximo à sua deflexão máxima. Ao aumentar-se a velocidade de acionamento, diminui a vida útil da mola, com a mesma deflexão. Ao selecionar uma mola de matriz (estampo), é necessário determinar o tipo de desempenho esperado da mola: curso curto, médio ou longo. Para aplicações de curso curto ou médio, use as deflexões tabuladas para vida longa. Para aplicações de curso longo, use as deflexões baseadas em vida máxima. Outro método de seleção de uma mola é calcular primeiro o valor do curso operacional a que as molas estarão sujeitas, conforme indicado no layout da matriz (estampo). Selecione as molas na faixa apropriada de serviço que operarão eficazmente no curso exigido.Calcule o número necessário de molas, dividindo a carga total exigida pela carga proporcionada por uma só mola. Arredonde o número de molas até o número par mais alto para obter um desempenho equilibrado.

Vantagens das Molas de Matriz (Estampo)

Materiais e Perfis de Arame Superiores

Consistência Dimensional

Maior Vida Útil

Excelente Deflexão

Terminologia Típica de Molas de Matriz (Estampo)

DIÂMETRO DO FURO: Identifica o diâmetro externo da mola de matriz (estampo). As molas de matriz (estampo) existem em oito diferentes tamanhos de furo que correspondem às dimensões padrão de brocas. Cada mola é fabricada para caber no furo, de maneira que o diâmetro externo da mola seja efetivamente menor que o diâmetro do furo.

DIÂMETRO DA HASTE: Esta é a identificação nominal do diâmetro interno diâmetro interno da mola de matriz (estampo). As molas de matriz (estampo) existem em oito diferentes tamanhos de furo que correspondem às dimensões padrão dos pinos extratores padrão. Cada mola é fabricada para envolver a haste, de maneira que o diâmetro interno da mola seja efetivamente maior que o diâmetro da haste.

COMPRIMENTO LIVRE: O comprimento de uma mola de matriz antes de estar sujeita a qualquer solicitação ou carga operacional.

PRÉ-CARGA: A redução do comprimento de uma mola de matriz (estampo) é devido à pressão do ferramental montado.

PERCURSO DA OPERAÇÃO: A distância subtraída do comprimento da mola depois de ser aplicada a força de acionamento.

DEFLEXÃO: O valor da modificação no comprimento da mola depois de ser aplicada a força de acionamento. O comprimento comprimido é calculado, subtraindo-se do comprimento livre a compressão inicial e o percurso de operação.

ALTURA SÓLIDA: O comprimento da mola quando comprimida por uma carga suficiente para que todas as espirais se encostem umas nas outras.

DEFORMAÇÃO PERMANENTE: Isto ocorre quando se excedem os limites elásticos e a mola não volta mais ao seu comprimento original ao soltar-se a carga.

LIMITE ELÁSTICO: O máximo de solicitação de compressão suportável por uma mola de matriz (estampo) sem que sofra deformação permanente.

CARGA: Esta é a força acumulada pela compressão da mola. A carga é expressa em termos de um total de Newtons, que correspondem à carga sobre a mola por unidade específica de deflexão. Uma carga é gerada e aumenta a solicitação sobre as espirais da mola.

Voltar